Por STi3 Sistemas | 03 de Setembro de 2020

O Banco Central anunciou que a partir de novembro de 2020, todos os pagamentos e transferências poderão ser feitos através de uma nova tecnologia, chamada PIX. 

A grande novidade promete revolucionar o mercado de pagamentos no Brasil. As transações digitais que anteriormente demoravam dias para serem concluídas, passarão a ser autorizadas e disponibilizadas para os usuários em até 10 segundos.

Outro ponto que chama a atenção no PIX, é o fato de que as transações financeiras poderão acontecer a qualquer momento, 24h por dia.  

Agora, se você quer saber mais sobre o sistema e entender de maneira mais aprofundada sobre o tema, a STI3 Sistemas preparou este conteúdo com tudo que você precisa saber. 

O que é o PIX? 

Assim como as transferências em TED, em DOC e os pagamentos de boletos, o PIX também é um método de transação de valores. 

No entanto, ao utilizar essa nova tecnologia, a transação além de ser 100% gratuita, poderá ser concretizada em poucos segundos, como vimos anteriormente.

Desenvolvida pelo Banco Central, o principal objetivo do PIX é desburocratizar a transação financeira. E com isso, acompanham as taxas das operações. 

No mercado atual, por exemplo, a cada transferência pelos meios existentes, as instituições financeiras arcam com um valor aproximado de R$ 0,07. Ao implementar o PIX, esse valor passará a ser de R$ 0,01 a cada 10 transações.  

Já falando sobre as pessoas físicas, se um DOC em uma instituição tradicional tem o valor aproximado de R$ 10 a R$ 15, com o PIX, esse processo será realizado de maneira gratuita. 

Além das transferências, o PIX também será utilizado para pagamentos em estabelecimentos de comércio em geral.


Principais vantagens do PIX 

As vantagens dos PIX em comparação com modelos tradicionais, como os boletos por exemplo, são inúmeras.  

Afinal, o projeto foi criado e instituído justamente para solucionar os problemas dos meios de pagamento atuais.  

Para que você saiba quais são as principais vantagens do PIX, selecionamos as mais importantes:

  • Operação mais segura devido ao uso de novos meios de autenticação digital; 
  • Redução dos custos das operações financeiras para instituições e usuários;  
  • Maior controle do empresário, usuário e governo sobre as transações financeiras;
  • Flexibilização do horário de efetivação das transações financeiras, podendo elas ocorrer a qualquer momento; 
  • Abrangência de utilização por pessoas, empresas e governo, transacionando entre si;  
  • Digitalização da forma de pagamento, auxiliando no processo de captação de dados de clientes e fornecedores. 

Como o PIX vai funcionar no seu negócio?

Para as empresas, o PIX é uma maneira de modernizar as formas de pagamento e recebimento.  

Com a nova tecnologia, não será mais necessário máquinas de cartão para que as operações financeiras por meio de crédito e débito sejam feitas. 

Além disso, também será possível transformar grandes players varejistas em pontos de saque de dinheiro para seus clientes.  

Por isso, é fundamental que os estabelecimentos se adaptem a nova forma de pagamento o quanto antes.  

Isso, porque as transações com PIX só poderão ser feitas caso a empresa possua esse mecanismo. 

O que mais posso fazer com o PIX?

Além de fazer transações financeiras que envolvem os clientes e fornecedores, com o PIX, também será possível uma captação de dados para nutrir os bancos de informações das empresas. 

Desburocratização cadastral 

Utilizando o PIX, os dados exigidos por muitas lojas poderão ser feitos automaticamente, com enorme desburocratização desse processo. 

Pagamento de taxas e impostos 

Também será possível pagar taxas e impostos ao governo através do novo sistema, aumentando assim a transparência das empresas frente às tributações necessárias.


Como será possível usar o PIX?

As operações financeiras com a utilização do PIX poderão ser realizadas de diversas maneiras, oferecendo assim mais comodidade aos seus usuários.  

Para que você entenda melhor cada uma delas, selecionamos as informações mais importantes


Chaves PIX 

A chave PIX é uma das maneiras de fazer pagamentos utilizando essa tecnologia.  Sendo assim, cada usuário terá a sua própria chave e elas poderão ser feitas através de quatro informações:

  • CPF/CNPJ; 
  • E-mail; 
  • Número de telefone celular;  
  • Chave aleatória.

A chave aleatória é uma das maneiras de resguardar informações quando isso for necessário.  

Ela consiste em uma combinação aleatória de números, símbolos e letras. A sequência poderá ser utilizada para o recebimentos e pagamentos. 

Segundo o Banco Central, apenas com a informação da chave as transações serão concluídas para a instituição financeira corretamente, mesmo sem necessidade de informar número da agência, número e tipo de conta.  

QR Code 

Outra possibilidade para as transações financeiras utilizando o PIX será o QR Code. Segundo o Banco Central, essa operação poderá ser feita através de qualquer smartphone.  

QR Code Estático: Esse modelo permitirá que o usuário defina o valor de uma compra, produto ou até mesmo de uma cobrança. Um exemplo de sua utilização é a transferência entre duas pessoas, como atualmente são feitos TEDs e DOCs.

QR Code Dinâmico: Enquanto isso, utilizando essa função, você poderá realizar pagamentos de maneira online, com mudanças periódicas de código, visando assim, a integridade dos dados. Por ser mais segura e demandar atualizações pela internet, essa é a maneira mais indicada para compras, por exemplo.  


PDV do Sistema STi3 

Uma das opções mais completas do mercado e que facilita ainda mais as transações utilizando o PIX, é o Ponto de Venda (PDV) oferecido pela STI3

Esse sistema é responsável por operações como:   

  • Emissão de documentos fiscais; 
  • Integração dos diferentes sistemas de recebimento, como cartão de crédito/débito; 
  • Cadastramentos e consultas de clientes e produtos; 
  • Controle de estoque e do caixa da empresa;
  • Controle visual das vendas realizadas.

Com o PIX, o PDV da STI3 será capaz de gerar link ou QR Code para pagamentos e recebimentos, automatizando toda a operação. 


O PIX determina o fim do dinheiro?

As inovações nos sistemas financeiros não são uma novidade. Os cheques e os cartões de crédito e débito são exemplos de revoluções que os meios de pagamento passarão.  

Todos eles possuem o objetivo de facilitar a rotinas das pessoas e empresas.  

No entanto, o dinheiro sempre foi uma das possibilidades e continuará sendo. Afinal, o projeto de utilização do PIX prevê que os usuários possam fazer saques até mesmo em lojas de varejo.  

Por tanto, não será o fim do dinheiro. Mas sim, uma maneira ainda mais facilitada de sua utilização com mais comodidade para o dia a dia das organizações e indivíduos.



O que podemos esperar do PIX?

O PIX é uma tecnologia que causa altas expectativas de mudanças e facilidades para as operações financeiras.  

Segundo o Banco Central, é provável que esse seja o principal meio de pagamento até 2026. 

Por isso, é preciso que os estabelecimentos se adequem e procurem qual é a melhor forma de disponibilizar esse serviço para os clientes.  

Afinal, os benefícios são para as empresas, mas também para os demais usuários.


Quer saber mais informações sobre sistemas ERP ou sobre como um sistema de gestão pode contribuir com sua empresa? Não deixe de falar com o time de especialistas em negócios da STI3.