Venda na loja ou na internet e envie o seu próprio link de pagamento! pelo WhatsApp direto do Sistema. Clique aqui e conheça o STi3 Pay.

Entenda o que é uma DRE e qual a importância para o seu negócio

O DRE é uma das ferramentas que podem ajudar no controle sobre os resultados financeiros obtidos pela sua empresa, essencial para manter um bom acompanhamento no dia a dia.

Com esse relatório, é possível visualizar melhor as movimentações da empresa, o que indica o sucesso das estratégias adotadas pelos setores responsáveis.

Além disso, ele indica como está o andamento do seu negócio, e as chances de crescimento e expansão no mercado de atuação.

No entanto, muitos gestores podem não conhecer esse documento, ou não dar a devida atenção para o seu papel dentro do negócio.

Por isso, vale a pena conhecer mais sobre o DRE, suas principais informações e as vantagens que esse relatório pode oferecer para o seu controle financeiro.

O que é uma DRE?

DRE é a sigla para Demonstração do Resultado Contábil, um relatório que tem como principal objetivo o detalhamento do resultado obtido pela empresa, de forma líquida ao longo do exercício, confrontando:

  • Receitas;
  • Despesas;
  • Custos.

Além disso, esse documento pode ser utilizado como um resumo dos resultados que foram obtidos no âmbito operacional e não operacional.

A frequência da sua geração pode ser feita de três formas:

  • Mensalmente: para acompanhamento por parte do setor administrativo;
  • Trimestralmente: para acompanhamento fiscal;
  • Anualmente: para fins regulatórios e legais.

O relatório é importante para contadores, mas também para os empreendedores que administram o negócio, pois oferece uma visão mais clara sobre a situação, e permite planejar as finanças da companhia mais facilmente.

Qual a importância da DRE para negócios?

O documento DRE possibilita o acompanhamento das finanças de uma empresa ao longo de um período predefinido, onde o empreendedor tem uma visão em relação aos lucros ou prejuízos.

No entanto, além do detalhamento das operações, que resultaram no seu saldo financeiro, existe a possibilidade de utilizar o relatório como ferramenta para planejar as estratégias da companhia, garantindo decisões mais assertivas.

Por meio do Demonstrativo de Resultados, o empreendedor pode:

  • Analisar como os ganhos de um período estão evoluindo;
  • Aumento dos gastos;
  • Comparação dos custos operacionais;
  • Identificação de possíveis impactos que refletiram na receita.

Dessa forma, é possível ter uma visão mais clara sobre como o negócio está desempenhando, bem como entender como estão as finanças.

Ele também é uma ferramenta essencial para identificação de possíveis pontos de melhoria nas estratégias que foram adotadas, e possíveis mudanças na administração para potencializar os resultados.

Inclusive, o Governo Federal também utiliza esse relatório para apurar o cálculo dos impostos e confrontar as informações dos lucros que foram declarados no DRE, de acordo com a declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRFP) entregue pelos sócios e proprietários.

Além disso, se o empreendedor precisar de um reforço financeiro, como capital de giro ou empréstimo para sanar dívidas, por meio do DRE é possível solicitar empréstimos para bancos ou possíveis investidores.

E, ainda, se o negócio estiver pensando em fechar parcerias com novos fornecedores, o relatório pode ser solicitado para melhor análise da empresa, a fim de certificar de que o investimento será positivo para a outra parte envolvida.

Por isso, esse documento é de extrema importância para o negócio, já que, além de possibilitar o acompanhamento financeiro, ele também pode auxiliar em diversos momentos com clientes, fornecedores e instituições bancárias.

Qual a principal estrutura da DRE?

Em um primeiro momento, não existe uma recomendação formal em relação ao preenchimento da DRE.

No entanto, de acordo com a Lei das Sociedades por Ações, nº 6.404/1976, existe a definição dos dados mais importantes que devem estar compreendidos no documento:

Receita bruta

A receita bruta é o valor que foi faturado dentro do período analisado, onde são feitos os seguintes descontos:

  • Deduções;
  • Devoluções;
  • Abatimentos;
  • Impostos.

Isso resulta na receita líquida, seguindo a fórmula: Receita Bruta = valor faturado – (deduções – devoluções – abatimentos – impostos)

Receita Líquida

Enquanto isso, a receita líquida é o valor que foi obtido a partir da subtração dos itens listados:

  • Custos com as mercadorias que foram vendidas;
  • Custos com serviços prestados.

Com isso, é possível obter o valor bruto, seguindo a fórmula: Receita líquida = receita bruta – (custos com mercadorias ou serviços).

Lucro bruto

O lucro bruto é o valor alcançado a partir do valor da receita líquida, com as devidas subtrações demonstradas:

  • Despesas com as vendas;
  • Despesas financeiras;
  • Despesas administrativas;
  • Custos operacionais.

Com todas as subtrações, chegamos ao resultado operacional, a partir da fórmula: Lucro bruto = receita líquida – (despesas).

Lucro/Prejuízo parcial

Por fim, o lucro ou prejuízo parcial é o total encontrado a partir do valor de lucro bruto, com as subtrações:

  • Provisões IRPJ e CSLL;
  • Demais despesas.

Dessa forma, o relatório obtém o Resultado Líquido do Exercício, seguindo a fórmula: Lucro/Prejuízo parcial = lucro bruto – (provisões – demais despesas).

Assim, com o Resultado Líquido do Exercício, é possível alcançar o valor final do documento de DRE da empresa.

Como montar uma DRE estratégia?

Conhecendo a estrutura básica da DRE, é possível calcular corretamente o valor do resultado líquido da empresa.

Além disso, também possibilita o detalhamento dos valores oriundos da renda bruta, dos serviços que foram prestados e das devidas deduções, além dos impostos devidos e dos abatimentos necessários para a operação da empresa.

Por isso, veja a seguir o passo-a-passo para estruturar a DRE da sua empresa.

Esse procedimento pode ser feito manualmente, por planilhas, ou em um sistema automatizado de DRE, para garantir que todos os cálculos apresentam os valores corretos.

Etapas para calcular o DRE

Para facilitar a criação do seu Demonstrativo de Resultados de Exercício, veja o passo-a-passo a seguir:

  1. Em uma planilha de Excel, inclua os seguintes campos:
    • Receita bruta;
    • Deduções de vendas;
    • Custo do produto/serviço vendido;
    • Despesas operacionais (aluguéis, entre outros);
    • Despesas administrativas (salários, depreciação de bens…);
    • Despesas financeiras (juros, entre outros);
    • Outras receitas (como equivalência de patrimônio, por exemplo);
    • Receitas financeiras (juros recebidos, entre outros);
    • Imposto de renda;
    • Contribuição social;
  2. Subtraia os valores presentes na receita bruta e de deduções, obtendo o total da receita líquida das vendas que foram realizadas;
  3. Em seguida, subtraia o custo do produto pela receita líquida, alcançando o valor de lucro bruto;
  4. Detalhe todas as despesas linha por linha, incluindo despesas administrativas, operacionais, financeiras, e outros custos;
  5. Com o valor lucro bruto calculado, subtraia todas as despesas e some com as receitas, obtendo, assim, o total anterior ao IRPJ e CSLL;
  6. Subtraia os valores de tributação do imposto de renda e da contribuição social encontrados no lucro líquido das receitas financeiras;
  7. Por fim, você chegará ao valor final da Receita Líquida do Exercício.

Adicionalmente, vale reforçar que o DRE é considerado uma ferramenta da contabilidade, uma vez que ele deve ser realizado de acordo com a competência e regime que foram adotados pela empresa.

Se houver dúvidas na elaboração do documento, a recomendação é que procure por orientação do profissional responsável pela gestão da sua contabilidade.

Qual a diferença entre fluxo de caixa e DRE?

É comum que exista uma confusão entre o relatório de fluxo de caixa e o DRE. No entanto, eles são documentos distintos, mesmo que sejam considerados como complementares.

O documento de fluxo de caixa é aquele onde estão listadas todas as entradas e saídas financeiras do caixa, constituindo, assim, o saldo bancário da companhia.

Ele é obrigatório para todas as empresas, principalmente para as pequenas e médias empresas (PMEs), visto que permite o gerenciamento do negócio, demonstrando a capacidade de pagamento e de honrar seus compromissos.

Essa obrigatoriedade é necessária porque o negócio, por mais que esteja sendo lucrativo a curto prazo, pode ter carência de capital de giro para as despesas que foram geradas naquele período, onerando as finanças.

Enquanto isso, o documento de Demonstrativo de Resultados por Exercício promove o acompanhamento das finanças, de um modo geral, também sendo utilizado para fins legais e fiscais.

Além disso, ele pode ser utilizado como um relatório estratégico para definição de ações para desenvolver a empresa e garantir sua continuidade.

Benefícios da DRE para pequenas empresas

Não existe obrigatoriedade para a geração do DRE nas empresas. Contudo, ele é um documento importante para melhorar a eficiência financeira do seu negócio.

Além disso, existem outras vantagens atribuídas à geração da DRE. Veja a seguir quais são as principais e entenda porque o seu negócio precisa desse relatório:

Visão objetiva sobre a empresa

A DRE não demonstra apenas os resultados obtidos no período, se sua empresa fechou com prejuízo ou com lucro em suas operações, por exemplo, mas também oferta uma visão objetiva em relação à toda projeção financeira.

Confira algumas das suas demonstrações:

Disposição dos custos variáveisEstima os impactos gerados pelos gastos, de forma que sejam separados dos gastos fixos que são inerentes às vendas
Situação do fluxo de caixaIndica a saúde financeira do negócio (considerando os custos da operação e dos preços dos produtos)
Ações preventivas de controle do fluxo de caixaSinaliza quando as despesas estejam alcançando os números de receita
Grau de endividamentoDemonstra como está a sua empresa em relação aos empréstimos e demais dívidas assumidas no período, indicando sua real capacidade de pagamento
Lucro e margem operacionalDemonstra a lucratividade individual de cada produto/serviço presente na empresa.

Dessa forma, é possível obter uma visão realista sobre a saúde financeira da sua empresa, permitindo traçar estratégias para melhorá-la, de forma que seja possível atingir as metas desenhadas no plano de negócios.

Melhoria da tomada de decisão

A DRE possibilita que as decisões sejam mais assertivas e mais estratégicas, tornando-se um relatório estratégico para as empresas.

Isso porque todas as informações e dados referentes ao faturamento da empresa estão reunidos em um único local, garantindo uma análise com números mais concretos.

Assim, torna-se possível optar por novos direcionamentos a partir do embasamento fornecido pelos dados agrupados do relatório.

Cenário positivo para planejamentos estratégicos

Ainda, para que um planejamento estratégico seja efetivo, é fundamental trabalhar a comunicação dentro do contexto empresarial.

Nesse caso, o DRE se apresenta como uma ferramenta essencial para potencializar a comunicação na demonstração dos resultados, para:

  • Instituições bancárias;
  • Investidores;
  • Possíveis credores;
  • Stakeholders.

Dessa forma, se a empresa negociar com uma instituição bancária, o Demonstrativo de Resultados pode ser utilizado para apresentar a capacidade financeira da empresa.

Além disso, se a avaliação for positiva, é possível conseguir bons resultados, como uma redução dos juros praticados ou liberação de um crédito maior.

Por iss, a DRE é um documento importante, especialmente para empresas como startups, que estão buscando crédito no mercado, e podem utilizar o documento para demonstrar todo o seu potencial e assim, conseguir captar novos investimentos.

Qual a melhor maneira de fazer um demonstrativo de resultado?

Após o preenchimento da DRE, é necessário interpretá-la para entender como estão as finanças da sua empresa, de forma que seja possível analisar os ajustes e melhorias que devem ser implantadas.

Para isso, existem duas formas de realizar essa interpretação:

  • Análise horizontal: a avaliação dos resultados horizontais é feita por meio do comparativo com o mês anterior, onde serão analisados os resultados e comparados entre si, baseando no valor das vendas e dos impostos que foram pagos.
  • Análise vertical: a análise dos resultados vertical confere os valores que foram indicados na planilha/sistema, criando percentuais para que as comparações sejam realizadas nos períodos selecionados.

Conheça a DRE da STI3

Uma das vantagens da DRE é a sua geração dinâmica, por meio de planilhas ou de um sistema automatizado.

No entanto, embora as planilhas pareçam mais simples, a probabilidade de falhas nos cálculos é maior.

Por isso, vale a pena conhecer sistemas automatizados como o da STI3, que traz a DRE como uma funcionalidade que já está integrada na plataforma, permitindo uma visualização da saúde financeira da sua empresa em tempo real.

Além disso, o Dashboard STI3 pode ser acessado por meio do seu navegador de internet de qualquer lugar, onde você consegue analisar todas as informações consolidadas, com gráficos e visões customizadas facilitando a gestão financeira da sua empresa.

Assim, a elaboração desse relatório será mais simples, rápida e permitirá que o seu negócio aproveite todos os benefícios de um acompanhamento contábil completo.

Quer receber uma ligação do nosso setor comercial?

É fácil reconhecer o nosso número: (14) 3411-3333

Para outras dúvidas ou suporte técnico, clique aqui.

Esse site é protegido por reCAPTCHA e o Google Política de Privacidade e Termos de uso apply.

Quer receber uma ligação do nosso setor comercial?

É fácil reconhecer o nosso número: (14) 3411-3333

Para outras dúvidas ou suporte técnico, clique aqui.

Esse site é protegido por reCAPTCHA e o Google Política de Privacidade e Termos de uso apply.

Quer receber uma ligação do nosso setor comercial?

É fácil reconhecer o nosso número: (14) 3411-3333

Para outras dúvidas ou suporte técnico, clique aqui.

Esse site é protegido por reCAPTCHA e o Google Política de Privacidade e Termos de uso apply.

Quer receber uma ligação do nosso setor comercial?

É fácil reconhecer o nosso número: (14) 3411-3333

Para outras dúvidas ou suporte técnico, clique aqui.

Esse site é protegido por reCAPTCHA e o Google Política de Privacidade e Termos de uso apply.

Quer receber uma ligação do nosso setor comercial?

É fácil reconhecer o nosso número: (14) 3411-3333

Para outras dúvidas ou suporte técnico, clique aqui.

Esse site é protegido por reCAPTCHA e o Google Política de Privacidade e Termos de uso apply.