A análise SWOT permite a implementação de estratégias ainda mais assertivas de forma rápida e com custo mínimo em um negócio. 

Isso porque esse tipo de inspeção no mercado e nos processos internos funciona a partir de conceitos e perspectivas.

Ou seja, um gestor que está à frente de uma empresa, seja de pequeno ou médio porte, consegue aplicar esse tipo de diagnóstico facilmente desde que tenha as informações corretas em mãos e entenda os principais conceitos por trás deste conceito.

Sendo assim, a STi3 Sistemas preparou este artigo com todas as informações que você precisa para aplicar a análise SWOT de forma completa e assertiva em seu empreendimento. 


O que é análise SWOT?

A análise SWOT é uma estratégia de gestão que tem como objetivo entender mais sobre forças, fraquezas, oportunidades e ameaças de um nicho de mercado.

Inclusive, o termo SWOT nasceu do acrônimo de strengths, weaknesses, opportunities and threats, passando a ser ensinada nas principais escolas de gestão empresarial e em cursos voltados para CEOs de alto nível.

No entanto, com o avanço da globalização, essa estratégia ficou cada vez mais popularizada entre os empreendedores, passando a ser adotada para qualquer tipo de empresa, seja pequena, média ou grande.

Vale mencionar também um estudo do Sebrae, onde empresários com maior grau de escolaridade tendem a avaliar o ano de forma mais positiva, se comparados aos empresários com menor grau de escolaridade.

Ou seja, quanto mais você se aperfeiçoar, a sua empresa conta com mais chances de ter um ano mais positivo em relação aos concorrentes.


Qual a importância do SWOT?

A análise SWOT identifica de maneira rápida e fácil os principais acertos e erros da sua empresa em relação ao mercado que você atua.

Sendo você um gestor de empresa, deve saber da importância de minimizar erros e maximizar resultados, e felizmente isso é possível com o SWOT.

Deste modo, a importância dessa análise se dá justamente por sua facilidade em aplicar nas empresas e os resultados que podem ser obtidos.

Se você tiver que investir um ou no máximo três dias para aplicar a análise na sua empresa e após isso conseguir minimizar erros e aumentar os resultados obtidos em cada processo, toda aplicação se mostrou não só útil, como importante e necessária.


Quais são os conceitos da análise SWOT?

A análise SWOT é formada pela aplicação de quatro conceitos diferentes: strengths (forças), weaknesses (fraquezas), opportunities (oportunidades) e threats (ameaças). Na aplicação do SWOT, cada conceito recebe um quadrante próprio e juntos formam uma análise completa.

Sendo assim, o entendimento pleno de cada ponto é determinante para uma aplicação de sucesso e por isso, vamos debater cada uma dessas etapas de maneira individual.

como-usar-analise-swot-3

Strengths (forças)

O quadrante dedico as forças, você deve inserir pontos e características únicas que tornam a sua empresa a melhor opção em relação aos seus concorrentes.

Desta maneira, esse espaço precisa ter vantagens competitivas e características de produtos e serviços que te colocam na frente dos concorrentes.

Em caso de dificuldade, se fazer algumas perguntas ajuda bastante, como:

  • O que fazemos de melhor?;
  • O que os clientes procuram na empresa?;
  • Qual a nossa característica única?.

Weaknesses (fraquezas)

Em contramão as forças, a análise SWOT também dedica um quadrante para tratar somente das fraquezas da empresa, considerando a baixa possibilidade de investimento em marketing e limitações geográficas ou até estruturais.

Para você achar uma fraqueza, o processo é bem simples: seja franco consigo mesmo e se pergunte em quais pontos a sua empresa ainda peca. 

Considere tudo que pode afetar a conversão de um potencial cliente. Se encontrar dificuldade, tente se questionar nos seguintes pontos:

  • Tenho mão de obra realmente capacitada?;
  • Conto com recursos para fazer investimentos em novas áreas?;
  • Estudo ações dos meus rivais de segmento?.

Opportunities (oportunidades)

O terceiro quadrante da matriz de SWOT é dedicado as possíveis oportunidades de novos negócios. 

Ou seja, mudanças bem vindas que são capazes de aumentar os seus resultados ao fim de cada mês.

Geralmente, encontrar possíveis oportunidades é a tarefa mais difícil e por isso requer bastante tempo.

Nesse caso, busque por fatores externos, como eventos e políticas públicas, para maximizar os resultados.


Threats (ameaças)

Por fim, o último quadrante apresenta as ameaças ao seu mercado e, principalmente, a sua empresa. 

Aqui, você deve revisitar as suas forças e oportunidades, e na sequência pesquisar por possíveis fatores externos que causem a anulação do que foi apresentado.

Um exemplo fácil, é lembrar da Uber e das companhias de táxis. Se as empresas de táxis tivessem notado o avanço da digitalização de processos e previssem os serviços de aplicativo de transporte, certamente o impacto seria minimizado

Tenha esse exemplo em mente e não se contenha em presumir os piores cenários.


Dicas para colocar a análise SWOT em prática

Com todo o conceito fixo em sua mente, algumas dicas são fundamentais para que você consiga tirar o máximo de aproveitamento do conceito da análise SWOT.

Confira abaixo, algumas dicas que podem servir para a sua empresa, independentemente do segmento de mercado. 


1. Crie uma planilha de acesso público

É possível colocar uma matriz de SWOT em cartolinas e até papéis sulfite, contudo a melhor forma é usar uma planilha de acesso público.

Sendo assim, crie uma planilha com a separação de cada quadrante, sendo o lado esquerdo para aspectos positivos e o direito negativos, e a linha superior para fatores internos e a inferior externos.

Após isso, certifique que todos os colaboradores tenham acesso uma vez que a SWOT impacta todos os setores.

como-usar-analise-swot

2. Trabalhe apenas com fatos

Um erro comum ao desenvolver uma análise SWOT é inserir achismos sobre a sua área de atuação.

Nesse caso, uma dica importante é trabalhar apenas fatos, pesquisas e levantamentos, excluindo todo e qualquer tipo de suposição.


3. Revise ações estratégicas

Como dito mais acima, a SWOT é uma estratégia de gestão e por isso auxilia no processo de tomada de decisão.

Ou seja, após começar a pôr a matriz de SWOT no dia a dia do seu negócio, o gestor também precisa revisar as ações traçadas anteriormente e determinar novas medidas com base nas reflexões da análise.


Quer saber como aplicar a matriz SWOT na prática? Assista o vídeo.

Vale a pena implantar a análise SWOT em uma pequena empresa?

Sim, colocar a análise SWOT em uma pequena empresa pode ser um fator determinante para ter resultados ainda melhores.

Além disso, o baixo custo de colocar essa matriz em prática e os possíveis resultados que a empresa consegue alcançar são qualidades impossíveis de se ignorar.

Implementando essa estratégia, você vai ter mais conhecimento do seu negócio, vai expandir sua visão pra tomar
decisões com mais segurança e até antecipar tendência pra sair na frente da concorrência!


Agora, pra você, gestor, conhecer realmente seu negócio, com certeza um sistema de gestão tem um papel fundamental pra ajudá-lo nesse caminho! Conheça o sistema de gestão da STi3, fale com um de nossos especialistas!

sti3-sistemas